“Traição é o modus operandi de Bolsonaro”, diz Joice Hasselmann

“Traição é o modus operandi de Bolsonaro”, diz Joice Hasselmann

Destituída do cargo de líder do governo no Congresso, após apoiar a manutenção do delegado Waldir (GO) na liderança do PSL na Câmara, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) criticou o presidente Jair Bolsonaro por “interferir na escolha direta de um líder sendo este líder seu filho”.


Segundo ela, ao manobrar o partido para que o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) assumisse o lugar de Waldir, Bolsonaro “interferiu no Poder Legislativo”, usando a estrutura do Palácio e a força do cargo. Joice afirmou ainda que sua retirada da liderança no Congresso “é uma traição clara”, mas que não se surpreende.


“É claro que é uma traição absolutamente clara. Mas eu deixei também de forma muito franca que eu jamais seria a primeira a trair. Mas eu sabia que cedo ou tarde eu seria traída, porque é o modus operandi. Todos que trabalharam muito, tiveram uma confiança dedicada ao próprio presidente em algum momento passaram por isso. Veja o caso de Gustavo Bebianno, depois o Santos Cruz, amigo de quarenta e tantos anos. Mas sigo para me dedicar ao meu mandato e a candidatura à prefeitura”, disse em entrevista à jornalista Naira Trindade.


Leia mais no Polêmica Paraíba

    Compartilhe: