Romero afirma que acredita na inocência de ex-secretários investigados na Famintos

Romero afirma que acredita na inocência de ex-secretários investigados na Famintos

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), comentou sobre o desenrolar da ‘Operação Famintos’, que investiga fraudes em licitações e desvio de recursos da merenda escolar da cidade.




O gestor afirmou que tem tentado acompanhar o andamento da operação – que, até o momento, teve três fases – e que a Prefeitura tem tomado todas as providências cabíveis recomendadas pelo Ministério Público Federal.




Ele destacou que acredita piamente na honestidade dos ex-secretários de Educação e de Administração, Iolanda Barbosa e Paulo Roberto Diniz, respectivamente, que são investigados por envolvimento nas fraudes.




Romero também salientou que ficou claro que havia uma combinação entre as empresas, mas que isso é difícil de ser constatado, a não ser que haja uma denúncia, como ocorreu.




– Todas as empresas citadas, nós afastamos. As empresas se combinavam e terminavam fraudando a licitação. A licitação, embora eu não fazer parte, pois não tenho acesso por haver servidores específicos e delegação de responsabilidade para isso, a empresa pode colocar preposto porque é lei e não podemos excluir quem quer que seja. Se a documentação está toda legal, as vezes passa imperceptível em qualquer processo licitatório – comentou.




O prefeito reforçou que a administração municipal continua seguindo as orientações do MPF e que, parafraseando a fala do auditor da Controladoria Geral da União, que faz parte da investigação, “a merenda escolar de Campina Grande chegava na quantidade certa e era de excelência, apesar das fraudes”.




– E, por incrível que pareça, os preços eram os mais baixos praticados. Tanto é que, mesmo contratando uma empresa, como foi orientado pelo MPF, no período de três meses, nós não conseguimos os preços que eram praticados antes. Imagine: elas tinham preço, entregavam o produto e o produto era de qualidade. Então era difícil de constatar esse tipo de fraude – pontuou.


PARAIBAONLINE

    Compartilhe: