Procurador diz que CPI da Cruz Vermelha não é inócua e cobra investigação de OS’s

Procurador diz que CPI da Cruz Vermelha não é inócua e cobra investigação de OS’s

O procurador do Trabalho, Eduardo Varandas usou as redes sociais, nesta segunda-feira (11), para rebater o governador João Azevêdo (PSB) sobre declaração do governador na qual afirma que a instalação da CPI da Cruz Vermelha na Assembleia Legislativa seria inócua e atrasada já que o Ministério Público está investigando as denúncias.

O procurador disse que a Cruz Vermelha violou os direitos legais desde que se implantou na Paraíba. Ele lembra que apesar do Supremo Tribunal Federal chancelar a pactuação, não dá o direito de transgredir os direitos administrativos e trabalhistas. Eduardo Varandas se coloca à disposição de uma eventual CPI e cobra investigação das Organizações Sociais em outras áreas.

Leia mais no blog de Anderson Soares

    Compartilhe: