Pode me chamar de tudo, VENEZIANO, menos de fraco, ladrão ou mentiroso

Pode me chamar de tudo, VENEZIANO, menos de fraco, ladrão ou mentiroso

A Paraíba toda já conhece e, principalmente, Campina Grande, quando os políticos querem mudar o foco de uma discussão e tentam criar uma nuvem de fumaça, no intuito de desviar as atenções dos problemas que são verdadeiramente relevantes.


É mesmo uma pena que o jovem senador paraibano, eleito pelo PSB de forma biônica, graças à benevolência e compromisso assumido de Ricardo Coutinho, ainda não conseguiu mesmo se encontrar.

Não sei se pelo fato de que Ricardo Coutinho já teria deixado claro para as pessoas próximas que está arrependido e, inclusive, decepcionado com a falta de atenção que recebeu de Veneziano já na montagem do seu gabinete, ou se é apenas falta de foco mesmo. Uma vez que o senador se mostra muito bom para criticar a tudo e a todos, mas é incapaz de mostrar um direcionamento ou uma saída para os problemas do Brasil.

Veneziano agora tenta desqualificar o trabalho jornalístico quando, por exemplo, apresenta em suas redes sociais pessoais, ilações de que a partir de uma participação de uma parente minha, de primeiro grau, ocupando uma simples função na prefeitura de Campina Grande, entre os anos de 2016 e 2017, eu estaria criticando a sua ausência de atuação de mandato em 2019.

Ou então, algum tipo de investimento que o portal de notícias que eu dirijo, tenha recebido algum anúncio de qualquer que seja o órgão público.

Como é que o senador quer considerar que não existe credibilidade de qualquer veículo ou jornalista que seja, pelo fato de eventualmente vir a criticar a sua ausência de atuação parlamentar?

Quer dizer que os jornalistas e veículos de comunicação contratados para divulgar a assessoria parlamentar do senador Veneziano não merecem credibilidade? Existe alguma ilegalidade?

Quer dizer também que os jornalistas que - ocupam até cargos públicos -como no governo do estado da Paraíba, e que também possuem portais de notícias e até apresentam programas em emissoras de rádio ou televisão, não tem credibilidade e podem estar comentendo até uma espécie de irregularidade? Principalmente se pensar diferente dele ou tecer alguma crítica a sua ausência de atuação parlamentar?

Se ele fez isso quando prefeito, deputado e agora faz como senador, além de todos os políticos que ele apoia, o fazem, também com dinheiro público, existe alguma contravenção?

Como posso eu responder por qualquer pessoa que seja, por ter trabalhado em qualquer que seja o lugar, pelo fato de ter alguma relação de parentesco?

Não sei se ele tenta se referenciar a partir das suas próprias parentes diretas, de primeiro grau, que ocupam cargos públicos com salários exorbitantes??!!

A verdade é que o senador é bom de crítica, mas não aguenta ser questionado. 

Se Veneziano é contra a REFORMA DA PREVIDÊNCIA, mas diz que se faz necessária, porém com outros termos, por que ele não apresentou um projeto até hoje, uma vez que já vive há bastante tempo no Congresso Nacional ocupando mandato de parlamentar?

Não imaginei que merecesse tanta atenção para ser alvo da rede social de um SENADOR DA REPÚBLICA!! Todavia, pode soltar até os pitbulls que eu enfrento bem.

Me chame de tudo. Menos de fraco, ladrão ou mentiroso.

Opinião - Jornalista Milton Figueirêdo

    Compartilhe: