Ministra é provocada em shopping ao usar azul: “É menino ou menina?”



A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou nesta sexta-feira, 4, que foi constrangida por um vendedor em uma loja de Brasília. Ela afirma que foi questionada se é menino ou menina por estar com uma roupa azul.

“Como mulher e consumidora fui constrangida pelo vendedor na porta do provador onde experimentei uma roupa. Saí da loja não pelos questionamentos, mas porque deixei de ser atendida na compra”, explicou Damares por meio de nota divulgada por sua assessoria de imprensa.
A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) postou o vídeo que foi feito pelo vendedor Thiego Amorim, que atendeu a ministra.
Damares causou polêmica ao afirmar na quarta-feira 2, logo após o seu discurso de posse, que o Brasil entraria em uma nova era em que “meninos vestem azul e meninas vestem rosa”. Após o vídeo com a declaração ter viralizado nas redes sociais, ela disse que seu objetivo foi, de fato, fazer uma declaração contra a “ideologia de gênero”, referindo-se à sexualidade das crianças. “Fiz uma metáfora contra a ideologia de gênero, mas meninos e meninas podem vestir azul, rosa, colorido, enfim, da forma que se sentirem melhores.”

Leia no portal VEJA.

    Compartilhe: