Menino que era torturado pela mãe ficará com tia materna

Menino que era torturado pela mãe ficará com tia materna

O menino de sete anos que foi torturado pela mãe e padrasto ficará sob cuidados de uma tia materna, de acordo com o Conselho Tutelar. Ele recebeu alta do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, no sábado (10). Segundo o diretor técnico da unidade, doutor Gilney Porto, em entrevista à Rádio Correio, a decisão pela alta hospitalar foi feita em conjunto com autoridades que acompanham o caso.

-Concluímos que criança já estava apta a retornar a suas atividades sociais e, com aval do Conselho Tutelar e do delegado, nos sentimos seguros a dar alta para a criança. Ela foi liberada no sábado, em condições clínicas e psicológicas. Esperamos que o tratamento pós-hospitalar seja efetivo, com psicólogo e psiquiatra para essa criança voltar a ter vida normal-, disse Gilney Porto.

Ainda conforme o médico, durante o tempo em que esteve internada, o menino não mencionou o nome da mãe ou do padrasto, que estão presos.

-Nós sempre evitávamos falar sobre o trauma. A gente procurava promover interação dele com as outras crianças internadas. E em nenhum momento ele tocou no nome da mãe ou do padrasto”, contou Gilney Porto.

Leia mais no Portal Correio   

    Compartilhe: