Libertação de Lula pode virar Brasil ‘de cabeça para baixo’, diz NYT

Libertação de Lula pode virar Brasil ‘de cabeça para baixo’, diz NYT

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi solto nesta sexta-feira, 8, após 580 dias preso a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, e a notícia foi destaque nos principais veículos da imprensa internacional. Para o jornal americano The New York Times, sua libertação pode “virar de cabeça para baixo a política brasileira, colocando-o como um rival ardente de esquerda do presidente Jair Bolsonaro”. 



Com a manchete “Ex-presidente ‘Lula’ foi libertado da prisão no Brasil após decisão do Supremo Tribunal”, o Times também alerta que esta é “uma decisão com implicações de longo alcance em casos de corrupção” no Brasil.






Já o argentino El Clarín abre a matéria com uma ressalva: “Sair da prisão agora não significa o fim dos problemas judiciais para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva”.





Listando alguns dos casos pelos quais o ex-presidente é investigado, como o sítio em Atibaia, envolvimento do Instituto Lula com pagamentos a empreiteiras e repasses ilegais aos filhos, a matéria ressalta que os problemas de Lula estão só começando.



Enquanto isso, o jornal italiano La Reppublica afirmou que Lula é “o homem mais temido pelo atual chefe de Estado” Jair Bolsonaro.





O jornal também destaca que a primeira coisa que o ex-presidente disse que queria fazer, libertado da prisão, é se casar novamente: “ele está apaixonado”. Lula namora com a socióloga Rosangela da Silva. 
Veja

    Compartilhe: