Lava Jato: Polícia Federal prende filho de ex-ministro do governo Dilma

Lava Jato: Polícia Federal prende filho de ex-ministro do governo Dilma

O ex-ministro Edison Lobão e seu filho, Márcio Lobão, são alvos, na manhã desta terça-feira (10), da 65ª Fase da Lava-Jato, denominada Galeria.

Polícia Federal e Ministério Público Federal cumprem 11 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão preventiva nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Márcio Lobão foi preso no Rio.

As investigações apontam que, ao menos entre 2008 e 2014, o ex-senador e ex-ministro, e seu filho solicitaram e receberam propinas dos Grupos Estre e Odebrecht da ordem de R$ 50 milhões. Evidências dão conta de que os atos de lavagem se estenderam até 2019. A prisão de Márcio tem o objetivo de aprofundar possíveis operações de lavagem de dinheiro capitaneadas por ele.

Na época dos fatos, Lobão ocupava o cargo de ministro das Minas e Energia no governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). De acordo com o MPF, a propina para o ex-ministro e para o filho foi repassada pelo Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, em cinco entregas no escritório de advocacia que a nora mantinha com a família. Ainda de acordo com os procuradores da Lava-Jato, nas planilhas de propina da empreiteira Lobão era conhecido como -esquálido-.

Leia mais no MaisPB 

    Compartilhe: