João qualifica organização social com bloqueio judicial para substituir a Cruz Vermelha

João qualifica organização social com bloqueio judicial para substituir a Cruz Vermelha

O governador João Azevedo qualificou para substituir a Cruz Vermelha no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, a organização social Instituto Acqua – Ação, Cidadania, Qualidade Urbana e Ambiental – que tem bloqueio judicial de R$ 68 milhões, responde a várias ações por improbidade, inquéritos e mais de 80 ações trabalhistas.

O Instituto ACQUA está à beira de um caos jurídico, pois encontra-se com muitos processos na esfera pública, cível, trabalhista, de improbidade administrativa, bem como nos Tribunais de Contas dos Estados onde atua.

Além das ações trabalhistas, existem três ações civis públicas na região do ABC Paulista, as quais denunciam ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA e requerem liminar de indisponibilidade de bens. Todas ações por irregularidade na forma de contratação, destaca publicação do site Polítika.

A organização social já foi condenada a devolver mais de R$ 54 milhões ao erário público.

Documentos revelam favorecimento ao Instituto Acqua por parte do governo do Estado, na licitação para as UPAs de Guarabira, Santa Rita e Princesa Isabel.

O Instituto Acqua também responde a mais de 80 ações trabalhistas, como revela certidão do poder judiciário.

Leia mais no Paraíba Rádio Blog

    Compartilhe: