João Pessoa ganha cinco novas ambulâncias do Governo Federal

João Pessoa ganha cinco novas ambulâncias do Governo Federal

 Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Regional de João Pessoa receberá cinco novas ambulâncias para a renovação da frota e garantir mais agilidade no atendimento para a população. Os novos veículos funcionarão como Unidades de Suporte Básico (USB), substituindo outros cinco que já eram utilizados desde o ano de 2013.

A doação das ambulâncias foi autorizada por meio da portaria nº 4.298, do Ministério da Saúde, publicada no Diário Oficial da União, no último dia 28 de dezembro. O Samu aguarda o recebimento dos novos veículos. Em julho do ano passado, o serviço recebeu mais cinco ambulâncias para a renovação da frota.

De acordo com a diretora geral do Samu, Érika Rivenna, as novas unidades possibilitarão melhor desempenho no serviço prestado à população. “Com as novas ambulâncias haverá melhorias no tempo de resposta, nas condições de socorro, na qualidade do atendimento do profissional e até redução de gastos com a manutenção. Ou seja, será um ganho para a equipe e para a população”, afirmou.

A estrutura do Samu Regional de João Pessoa é formada por um total de 15 unidades de atendimento móvel de urgência, sendo quatro unidades de suporte avançado (USA) e sete unidades de suporte básico (USB) para a Capital, além de quatro USB distribuídas para Cabedelo, Conde, Bayeux e Santa Rita.

A população conta, também, com sete motolâncias de suporte para os primeiros atendimentos e a Central de Regulação de Urgência (CRU), que realiza a regulação médica dos pacientes. O quantitativo total de veículos é o recomendado pelo Ministério da Saúde, de acordo com a população local.

Ambulâncias – As Unidades de Suporte Avançado (USA) atuam como uma UTI Móvel, possuindo equipamentos como monitores multiparâmetros, ventiladores mecânicos, bombas de infusão e medicações específicas, além de todo material e equipamentos para imobilização, possuindo uma equipe composta por médico, enfermeiro e condutor socorrista.

As Unidades de Suporte Básico (USB) contam com materiais para curativo, imobilização e acesso venoso, além do desfibrilador automático externo (DEA) e uma equipe composta por enfermeiro e condutor socorrista. Já as motolâncias são conduzidas por técnicos em enfermagem.

Serviço – O Samu é um serviço de saúde que funciona 24 horas por dia, atendendo a população no socorro e encaminhamento às unidades hospitalares. Para entrar em contato com o Samu, basta ligar para o número 192 e responder às perguntas dos atendentes que estão de plantão. A ligação é gratuita.

Quando uma pessoa liga para o número 192, quem atende a ligação é o telefonista auxiliar de regulação médica. A ligação é registrada e, em seguida, é feita a classificação de risco pelo médico regulador, que avalia a necessidade do envio de motolância, USB ou da USA. Os protocolos de atendimento e a classificação seguem um padrão internacional.

Perfil de atendimento do serviço – São atendidas vítimas de desmaios com perda da consciência, mal súbito, problemas cardíacos e respiratórios de início súbito, convulsão, crises epilépticas, dor no tórax de origem súbita, pressão baixa ou alta, trabalho de parto com risco de morte para a mãe ou para o feto, problemas psiquiátricos em crise.

O Samu deve ser acionado também em casos de trauma com envolvimento de vítimas com: sangramentos, hemorragias, intoxicações acidentais, engasgos, envenenamento e tentativas de suicídio, afogamentos e choques elétricos (desde que haja acionamento em conjunto com os bombeiros pelo telefone 193); quedas, fraturas, queimaduras graves, acidentes de trânsito com vítimas (e se elas estiverem presas nas ferragens, acionar também os bombeiros 193).

A Polícia Rodoviária Federal 191, junto com o Samu 192, deve ser acionada para acidentados na BR. Já, quando se tratar de ferimentos por arma de fogo e arma branca, o serviço deve ser acionado em conjunto com a Polícia Militar 190.


Leia mais no Mais PB

    Compartilhe: