Governo quer o INSS repassando atividades para o setor privado

Governo quer o INSS repassando atividades para o setor privado

De acordo com o jornal O Globo, o governo federal deseja o fim do monopólio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na cobertura dos chamados benefícios de risco não programados (como auxílio-doença, acidente de trabalho e salário-maternidade).



Já está em elaboração um projeto de lei para abrir esse mercado ao setor privado.




O volume que o INSS gasta com esse tipo de benefício chega a R$ 130 bilhões por ano, o equivalente a 22% da despesa anual do instituto.
*fonte: oglobo

    Compartilhe: