Governo mantém data do Sisu, apesar de falhas no Enem

Governo mantém data do Sisu, apesar de falhas no Enem

No Portal O TEMPO. Foto: Reprodução


Mesmo sem saber o número exato de estudantes afetados pelo erro nas notas do Enem após um problema na gráfica, o ministro da educação Abraham Weintraub garantiu que o calendário do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) será mantido. As inscrições para as universidades públicas começam na próxima terça-feira (21). 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do Ministério da Educação responsável pela prova, afirma que a estimativa é de 9.000 candidatos afetados. 

A decisão do ministro se baseia na garantia dada pelo  Inep de que até na segunda (20), véspera da abertura das inscrições, a questão estará solucionada. Alexandre Lopes, presidente do Instituto, confirmou que não trabalha com outra data e manterá o calendário previamente planejado.

Weintraub e Lopes, inclusive, gravaram um vídeo neste sábado onde reconhecem o problema e confiam em sua solução até a data citada.

"Houve inconsistência no gabarito de algumas provas do Enem 2019 e, por isso, candidatos foram surpreendidos com os resultados de suas notas. O número é muito baixo. Até segunda-feira, dia 20, tudo será resolvido. Pedimos desculpas aos participantes do exame pelo transtorno", postou Weintraub.

O erro nas notas foi identificado pelo governo a partir de reclamações em redes sociais. O governo, então, disponibilizou o e-mail enem2019@inep.gov.br para que aqueles que se sentiram afetados possam entrar em contato.

    Compartilhe: