Esse cabra foi um dos maiores perseguidores da imprensa, diz Nilvan sobre Ricardo



Ao comentar, na última semana, relatório da Procuradoria Regional Eleitoral da Paraíba, que aponta abuso de poder político e econômico nas eleições de 2014, por meio do Programa Empreender Paraíba, para garantir a reeleição do então governador Ricardo Coutinho (PSB), o radialista Nilvan ferreira, do radiofônico Correio Debate, da 98,3 FM, disparou: Esse cabra foi um dos maiores perseguidores da imprensa.

Em 2018, o procurador Regional Eleitoral, Victor Veggi, deu parecer pela cassação do governador e da vice-governadora, Lígia Feliciano e opinou pela inelegibilidade de Ricardo e Lígia, além de Francisco Gonçalves, Márcia Lucena, Waldson Souza, Tárcio Pessoa, Antônio Albino e Renato Feliciano.

De acordo com relatório, o número de contratos celebrados pelo Empreender-PB com pessoas físicas cresceu 77,99% no ano das eleições, em relação aos acordados no ano anterior. Já o montante financeiro utilizado em 2014 foi maior 87,21% se comparado com 2013.

Os recursos liberados por meio do Empreender-PB, a título de empréstimo, foram de R$ 16,5 milhões em 2013 e de R$ 28,5 milhões no ano em que aconteceu a eleição para o governo do Estado.O Governo do Estado teria aumentado em 744% o valor de financiamentos concedidos, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Na lista de recebedores estão agentes políticos a exemplo de vereadores e até uma vice-prefeita.

TRE pede pauta para julgamento

O Tribunal Regional Eleitoral marcou, para a próxima quinta-feira (11), o julgamento da AIJE do Empreender que, originalmente, pedia a cassação do ex-governador Ricardo Coutinho. O TRE programou a pauta a pedido do desembargador José Ricardo Porto, relator do processo.

Mesmo já fora do mandato, a ação deve ser julgada e, se for condenado, o ex-governador poderá ser punido com a inelegibilidade por oito anos, conforme estabelece a Lei da Ficha Limpa.

A AIJE foi protocolada pelo Ministério Público Federal, nas eleições de 2014, teve como primeiro relator o juiz Tércio Chaves, seguido pelo desembargador João Alves. Depois passou, na sequência, por Maria das Graças Guedes, Romero Marcelo, Carlos Beltrão e, finalmente, José Ricardo Porto.Os comerciantes interessados em trabalhar na Festa das Neves 2019 poderão se inscrever a partir desta terça-feira (11). Os interessados poderão se inscrever até a quinta-feira (11), das 9h às 12h e das 13h às 16h, na Central de Comercialização da Agricultura Familiar (Cecaf).

Estão sendo disponibilizadas 200 vagas entre barracas de pipoca, caipifrutas, espetinhos, isopor, barracas fixas e brinquedos, de acordo com o edital. No ato do cadastro, é necessário portar comprovante de residência atualizado (até 90 dias), RG, CPF e certidão negativa de tributos municipais.

O sorteio das áreas destinadas a cada comerciante inscrito deve ser realizado no dia 16 de julho, a partir das 9h, no auditório da Cecaf.

Leia mais no Paraíba Rádio Blog  

    Compartilhe: