CRM interdita UPA de JP após denúnia de agressão a médicos

CRM interdita UPA de JP após denúnia de agressão a médicos

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) interditou eticamente, nessa segunda-feira (13), a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa. A decisão foi tomada após denúncias feitas pelos próprios funcionários da UPA que relataram a falta de segurança no local.



Segundo o CRM-PB, os médicos e demais profissionais da UPA contaram que sofrem com agressões verbais e físicas constantemente.





Após a denúncia, o CRM-PB notificou a direção da Unidade dando um prazo de 10 dias para que fosse providenciada a segurança no local, e dessa forma os funcionários pudessem exercer os trabalhos com tranquilidade.Porém, foi constatado que a recomendação não foi cumprida e por isso a interdição foi realizada.



Com a interdição, cerca de 300 pessoas deixam de ser atendidas diariamente.



*informações do JPB

    Compartilhe: