CRISE SE AGRAVA: Governador não vai participar de reunião com presidente do PSB

CRISE SE AGRAVA: Governador não vai participar de reunião com presidente do PSB

O jardim dos girassóis continua em clima pesado, após a intervenção nacional que destituiu da presidência estadual do partido o secretário Edvaldo Rosas.




O PSB da Paraíba segue em clima de racha e, segundo o governador do Estado e também filiado ao partido, João Azevêdo, é preciso separar as coisas entendendo que governo é uma coisa e o partido é outra.





Ele avisou, durante entrevista à Rádio Arapuan FM nesta segunda-feira (19), que não vai participar da reunião convocada pelo presidente nacional, Carlos Siqueira.




– Eu não participarei dessa reunião nesse momento, até por conta da minha agenda, que, realmente, é muito grande. Existe outra agenda em Brasília, existe agenda no mesmo dia com o presidente no Supremo e talvez eu nem participe dessas agendas porque, na quarta-feira, estarei em Teresina discutindo o Consórcio Nordeste – explicou.




João disse que não está ligando para filiados para cobrar nada, após destituição de Edvaldo.




– É importante entender duas coisas: governo é governo, partido é partido. O que está acontecendo nesse momento é uma disputa pelo partido que foi antecipada, não sei o motivo. O governo e nem o governador participam dessa discussão. Não fiz ligação para nenhum que compõe o PSB pra cobrar compromisso, não é assim que eu trato. Tenho foco muito grande na gestão desse Estado, foi para isso que a população me elegeu. A disputa interna no partido será resolvida no partido – frisou.



Paraibaonline

    Compartilhe: