Coren pede retificação de edital de chamada pública para combate ao coronavírus na PB

Coren pede retificação de edital de chamada pública para combate ao coronavírus na PB

Um pedido de retificação do edital da chamada pública para contratação, em caráter de urgência, de 2.453 profissionais da área de saúde para prestação de serviço no combate ao novo coronavírus (Covid-19) na Paraíba foi encaminhado na quarta-feira (25) pelo Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren-PB). De acordo com o órgão, os rendimentos previstos no edital para os cargos de técnico em enfermagem e enfermeiro -ferem a dignidade da categoria e desvalorizam os profissionais-.

O ofício foi entregue à Secretaria de Estado da Saúde (SES) na quarta-feira. A secretaria informou, às 10h15 desta quinta-feira (26), que o processo seletivo segue vigente e as inscrições encerram na sexta-feira (27). A SES disse ainda que as remunerações propostas estão compatíveis com as funções e níveis de exposição.

O edital da chamada pública oferece o valor de R$ 100 para cada seis horas trabalhadas pelos técnicos de enfermagem. Para os enfermeiros, o valor para estas horas é de R$ 150, podendo chegar a R$ 203 nos plantões de 12 horas.

De acordo com o documento, assinado pela presidente do Coren-PB, Renata Ramalho, como o edital trata de profissionais que vão atuar na linha de frente no combate ao coronavírus, é justo que recebam uma remuneração digna.

-Nota-se que a remuneração ofertada é absurda, desvaloriza a classe que coloca em risco a sua vida e de sua família para cuidar da vida dos pacientes que necessitam passar por esta pandemia ilesos, por isso e pela necessidade de se sentirem valorizados, a remuneração ofertada aos enfermeiros deve ser idêntica ao previsto no edital para os médicos, pois possuem mesma formação acadêmica de nível superior, não podendo haver diferenciação de remuneração entre estes profissionais que estão juntos, na linha de frente-, diz Renata.

Conforme o pedido de retificação do edital, os enfermeiros devem receber a remuneração de R$ 900 para plantões de 6 horas e R$ 1.250 para plantões de 12 horas. O Coren-PB também pede que a remuneração do cargo de técnico em enfermagem seja de R$ 450 para plantão de seis horas.

Leia mais no G1

    Compartilhe: