Carros voltam a ser financiados, mas prejuízo pode chegar aos R$ 400 milhões

Carros voltam a ser financiados, mas prejuízo pode chegar aos R$ 400 milhões

Apesar de o Detran-PB ter aprovado um retorno da Cetip por dois meses para a regularização do sistema de gravames na sexta-feira, prometendo retorno dos financiamentos imediatamente, a situação foi resolvida somente nessa terça-feira (29), no final da tarde.

Com isso, quem estava tentando comprar veículos de forma parcelada, já pode fazê-lo normalmente. O vice-presidente da Fenabrave-PB, José Carneiro, afirma que a perda superou os R$ 200 milhões de 7 a 18 de novembro, sendo R$ 30 milhões só de ICMS, valores que podem ter dobrado até essa terça.

Antes da normalização do sistema, ele havia reclamado da demora. "A nossa paciência dentro dos limites da legalidade está se esgotando. Esperamos que o sistema volte a funcionar o mais rápido possível, porque as empresas e seus colaboradores não podem continuar com as grandes perdas atuais que, lamentavelmente, são irrecuperáveis", disse Carneiro. Ele lembrou que os trabalhadores do setor tinham ato de protesto programado para a última sexta-feira, que foi suspenso diante do anúncio do acordo com o Detran-PB.

De acordo com Paulo Guedes, presidente da Fenabrave-PB, a Cetip informou que a comunicação com o Detran-PB foi restabelecida na terça-feira, mas os testes não haviam concluídos com sucesso, o que só aconteceu no final da tarde de ontem.

Leia mais no Portal Correio. 

    Compartilhe: