Bolsonaro amplia vantagem sobre adversários mostra pesquisa da FSB/Veja

Bolsonaro amplia vantagem sobre adversários mostra pesquisa da FSB/Veja

O presidente Jair Bolsonaro lidera todos os cenários sem Lula para a corrida eleitoral à Presidência em 2022, de acordo com pesquisa da FSB divulgada pela revista Veja nesta 5ª feira (13.fev.2020).

Bolsonaro ampliou sua vantagem frente aos adversários. O presidente passou de 33% para 37% das intenções de voto num cenário contra Fernando Haddad (PT).

Em 1º turno, com o petista e Luciano Huck, Jair Bolsonaro aparece com 37% das intenções de voto.

O levantamento ouviu 2.000 pessoas nos 26 Estados e no Distrito Federal de 7 a 10 de fevereiro. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Eis a íntegra do levantamento (3 MB).

Já no cenário com o ex-presidente Lula, há uma situação de empate técnico. Bolsonaro tem 31% das intenções de voto, enquanto Lula, 28%. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), aparece numericamente na 6ª posição, com 4%.

Mesmo bem posicionado no levantamento, o ex-presidente Lula atualmente está inelegível pela Lei da Ficha Limpa. O texto proíbe a candidatura de quem tenha sido condenado em 2ª Instância, que é o caso do petista.

CENÁRIOS COM MORO
O ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) foi testado em outros 3 cenários. Liderou em todos, menos o que tem Jair Bolsonaro na corrida.

No cenário com Luciano Huck (sem partido) e Fernando Haddad (PT), Moro lidera isolado, com 31%. Eis os números:
Sergio Moro (sem partido) – 31%;
Luciano Huck (sem partido) – 16%;
Fernando Haddad (PT) – 14%;
Ciro Gomes (PDT) – 12%;
João Amoêdo (Novo) – 5%;
João Doria (PSDB) – 4%;
nenhum – 14%;
não iria votar – 1%;
branco – 0%;
nulo – 2%;
não sabe/não respondeu – 2%.

Com o ex-presidente Lula na simulação, a vantagem de Moro diminui consideravelmente. O ex-juiz vai a 33% das intenções de voto, enquanto Lula, 28%.

Sergio Moro (sem partido) – 33%;
Lula (PT) – 28%;
Luciano Huck (sem partido) – 10%;
Ciro Gomes (PDT) – 9%;
João Amoêdo (Novo) – 5%;
João Doria (PSDB) – 3%;
nenhum – 8%;
não iria votar – 1%;
branco – 0%;
nulo – 2%;
não sabe/não respondeu – 2%.
Na simulação em que aparece o presidente Jair Bolsonaro, Moro é desidratado e aparece com 17% das intenções de voto.

Jair Bolsonaro (sem partido) – 28%;
Sergio Moro (sem partido) – 17%;
Fernando Haddad (PT) – 15%;
Luciano Huck (sem partido) – 13%;
Ciro Gomes (PDT) – 9%;
João Amoêdo (Novo) – 4%;
João Doria (PSDB) – 3%;
nenhum – 8%;
não iria votar – 1%;
branco – 1%;
nulo – 1%;
não sabe/não respondeu – 1%.

Leia mais no Poder 360   

    Compartilhe: