Assessor de vereador agride diretora que impede colocação de faixa na escola

Assessor de vereador agride diretora que impede colocação de faixa na escola


Um assessor do vereador Paulo Magalhães (PSD-GO) agrediu a diretora do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei), Keilly Mágila Gonçalves Assis Moura, na tarde desta quarta-feira (13), em Goiânia.

Segundo a Polícia Militar, uma testemunha relatou à equipe que dois homens colocavam uma faixa na frente da instituição em agradecimento ao político. Eles teriam informado que estavam no local por determinação do vereador, mas a diretora tentou impedi-los.

No momento em que a mulher conversava com um dos homens, o outro deu uma “voadora” nas costas da diretora, conforme relato da testemunha. A vítima bateu com o rosto no muro e caiu desacordada. Com o impacto, os óculos dela quebraram.

A vítima foi levada consciente para o Centro de Atendimento Integrado à Saúde (Cais), com uma luxação na clavícula esquerda, edemas nos lábios e face. Segundo a polícia, ela reclamava também estar sentindo dores na região torácica e nos joelhos.

Logo após, a diretora foi transferida para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), onde fez tomografia. De lá, após a liberação, segundo informou, foi direto para Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) prestar queixa.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) disse que “lamenta o ocorrido e repudia, veementemente, qualquer tipo de agressão, seja física ou psíquica. A SME aponta que o caso deve ser devidamente investigado pelas autoridades policiais e frisa acompanhar a apuração dos fatos”.

A assessoria do vereador Paulo Magalhães informou que, logo após tomar conhecimento do ocorrido, o político solicitou a exoneração do servidor. “O vereador lamenta profundamente o ato e deixa claro não compactuar com qualquer ato de violência, sobretudo, contra as mulheres”, diz a nota

    Compartilhe: