Apenas Daniel Gomes pagou mais de R$ 60 milhões em propina para ORCRIM de Ricardo

Apenas Daniel Gomes pagou mais de R$ 60 milhões em propina para ORCRIM de Ricardo

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) protocolou no Tribunal de Justiça, nesta segunda-feira (13/01), a sexta denúncia com base nas investigações da -Operação Calvário-. Na peça jurídica, o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) e a Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e a Improbidade Administrativa (Ccrimp) acusam 35 gentes públicos, empresários e operadores financeiros de formarem uma organização criminosa (Orcrim) para a prática de delitos, como corrupção e lavagem de ativos, através de atividades de organizações sociais (OSs) na saúde e da adoção de inexigibilidades (fraudadas) na educação.

No documento, o MPPB afirma que entre os anos de 2010 a 2019, somente Daniel Gomes, responsável pela Organização Social Cruz Vermelha, teria pago mais de R$ 60 milhões em propina a agentes políticos e públicos, envolvidos na trama.

Leia mais no Paraíba Rádio Blog

    Compartilhe: