Twitter anuncia que excluirá conta de Donald Trump em 48h

Twitter anuncia que excluirá conta de Donald Trump em 48h

O Twitter anunciou nesta terça-feira (10) que irá deletar a conta de Donald Trump da rede social nas próximas 48 horas. De acordo com a rede norte-americana CNN, a companhia justifica o ato devido à “retórica racista e divisiva de Trump”.

“O Twitter não tolera usuários que transmitem mensagens de ódio, racismo e intolerância. Trump pode ter sido eleito a Casa Branca, mas pelo menos alguém deve afrontá-lo e dizer: Não, senhor Trump, não estamos com você”, declarou Paul Horner, representante do Twitter.

O presidente eleito norte-americano divulgou uma resposta oficial em que chamou o plano da empresa de “cômico” e aconselhou o Twitter a “ir com calma” porque já teria acionado advogados para resolver a situação e que tudo terminaria “muito mal” caso tentassem silenciá-lo.

Uma fonte próxima à equipe de Trump disse em entrevista à CNN News que o bilionário já providenciou uma nova conta na rede social, @WHDonaldTrump, na qual pretende usar imediatamente após o Twitter cancelar sua conta primária. A mesma fonte divulgou ainda que, se a nova conta fosse cancelada, criará outras.

Trump venceu as eleições gerais graças ao grande apoio que recebeu da “alt-right”, termo dado á ala de extrema direita norte-americana que inclui movimentos da supremacia nacionalista. O Twitter afirma ter deletado vários perfis de membros do grupo.

Leia mais no O Twitter anunciou nesta terça-feira (10) que irá deletar a conta de Donald Trump da rede social nas próximas 48 horas. De acordo com a rede norte-americana CNN, a companhia justifica o ato devido à “retórica racista e divisiva de Trump”.

“O Twitter não tolera usuários que transmitem mensagens de ódio, racismo e intolerância. Trump pode ter sido eleito a Casa Branca, mas pelo menos alguém deve afrontá-lo e dizer: Não, senhor Trump, não estamos com você”, declarou Paul Horner, representante do Twitter.

O presidente eleito norte-americano divulgou uma resposta oficial em que chamou o plano da empresa de “cômico” e aconselhou o Twitter a “ir com calma” porque já teria acionado advogados para resolver a situação e que tudo terminaria “muito mal” caso tentassem silenciá-lo.

Uma fonte próxima à equipe de Trump disse em entrevista à CNN News que o bilionário já providenciou uma nova conta na rede social, @WHDonaldTrump, na qual pretende usar imediatamente após o Twitter cancelar sua conta primária. A mesma fonte divulgou ainda que, se a nova conta fosse cancelada, criará outras.

Trump venceu as eleições gerais graças ao grande apoio que recebeu da “alt-right”, termo dado á ala de extrema direita norte-americana que inclui movimentos da supremacia nacionalista. O Twitter afirma ter deletado vários perfis de membros do grupo.

Leia mais no Polêmica PB.

    Compartilhe: