‘STF aluga sala em aeroporto por R$ 350 mil para ministros se esconderem do povo'



O senador Magno Malta (PR-ES) utilizou a tribuna do Senado Federal, no última quinta-feira (05), para criticar a postura do Supremo Tribunal Federal diante das decisões tomadas pelos demais poderes da República. Ele disse que o STF extrapola as funções do executivo e do legislativo, e aproveitou para revelar que o tribunal alugou uma sala de aeroporto para evitar que os ministros tenham contato com os passageiros durante os embarques e desembarques.



De acordo com o Senador, o aluguel da sala no aeroporto custa R$ 350 mil aos cofres públicos. Ele não citou o nome do aeroporto, mas disse que além da sala, o STF alugou também uma vã para transportar os ministros. “Nós estamos vivendo uma situação esdrúxula com a situação, beirando a humilhação geral com a atitude dos ministros”, disse.



Malta também criticou as decisões do STF quanto às leis aprovadas no Congresso, que são modificadas pelo STF, e citou as indicações de ministros feitas pelo presidente da República, que de acordo com ele estão sendo tolhidas pelo tribunal. “O STF tudo pode, tudo faz e a ninguém dá satisfação. Eles se portam como se fossem Deus. O Supremo dita as regras por bem e por mal. A sociedade brasileira já não aguenta mais essa lambança jurídica”, protestou.




Ele ainda criticou a decisão do ministro Dias Toffoli em liberar o ex-ministro José Dirceu da cadeia, mesmo com o entendimento vigente de que a prisão pode ser decretada após a condenação em segunda instância. Ele também criticou o a decisão que protegeu os direitos políticos de Dilma, o que segundo ele contraria a Constituição.  “É necessário que essa Casa chame os ministros para que eles nos deem uma aula”, ironizou.



Polêmica Paraíba

    Compartilhe: