'Ricardo e seu ventríloquo estão falando deles, diz Maranhão

'Ricardo e seu ventríloquo estão falando deles, diz Maranhão

O candidato Zé Maranhão (MDB) tem utilizado artilharia pesada contra seu oponente, o ex-secretário João Azevedo (PSB), ao rebater críticas sobre suas três gestões no governo do Estado. Maranhão insinuou que Azevedo seria apenas um ventríloquo do governador Ricardo Coutinho, que pretende continuar governador, através do ex-secretário.

O governador e Azevedo haviam criticado a gestão do Hospital de Trauma de Joao Pessoa durante a o governo de Maranhão, insinuando que havia até alas que semelhavam ao que aconteceu em países como o Haiti.  Maranhão, como se sabe, foi quem construiu e inaugurou aquele hospital e não gostou da crítica de RC e João.

“Os dois, Ricardo e o seu ventríloquo, estão falando deles próprios (quanto atacam sua gestão). Isso é o que se chama na psicanálise de fenômeno da transferência. Alguém que tem um desvio de conduta, se refere aos outros, transferindo os seus próprios problemas, de sua deficiência, àqueles que quer atingir”, afirmou o senador à Imprensa.

E lembrou que, durante sua gestão, “o Trauma era administrado por R$ 3,5 milhões, esse era o seu orçamento de custeio”, e arrematou: “O que eu disse e que está incomodando os setores oficiais foi a pura verdade, o que está publicado nos relatórios do Tribunal de Contas é que um contrato que custava R$ 3,5 milhões pulou para R$ 13 milhões. O que eu falei é isso.”

Leia mais no blog de Helder Moura

    Compartilhe: