Pastor Valdemiro pede doação de R$ 8 milhões para bancar um mês de TV

Pastor Valdemiro pede doação de R$ 8 milhões para bancar um mês de TV

Recuperado após sofrer golpes de facão de um rapaz de 20 anos no último domingo, durante um culto da Igreja Mundial, o pastor Valdemiro Santiago começou a pedir ajuda aos fiéis para bancar os custos de um mês de seu canal na TV.

“Eu preciso de ajuda para pagar este canal, esta obra”, diz Valdemiro em vídeo divulgado nesta terça-feira (10) em sua TV. “Um mês de gastos com a TV”, afirmou.

Valdemiro gravou depoimento ao lado da mulher, bispa Franciléia, no qual pede que 8.000 fiéis se disponham a fazer doações de R$ 1.000. Ele se disse já em recuperação da agressão sofrida, mas que, por muito pouco, não perdeu a vida.

A Rede Mundial é hoje o principal veículo de pregação do líder da Mundial. Ela pode ser acessada na Net, no canal ou em UHF no canal 32.1, extinta MTV. Os R$ 8 milhões se destinam a cobrir todos os gastos dessa operação por 30 dias, segundo o pedido feito na TV.

Camisa ensaguentada do pastor Valdemiro é usada para 'curar' fiéis

Depois de ser atacado, o pastor Valdemiro Santiago afirmou que a camisa que usava no momento do ataque, que ficou ensanguentada, está sendo usada para curar fiéis. Ao lado de sua esposa, a bispa Francileia Santiago, ele relembrou o momento em seu canal de TV. “Imagina um facão com toda a força batendo sobre a sua jugular”, disse. 
“Passaram até a camisa ensanguentada no manto. Quando ela [a fiel] tocou no manto, ela aplumou. Foi curada. O demônio fez o serviço dele, mas acabou dando o contrário. No acerto de contas com o diabo, foi assim: ‘E aí, como é que foi com o Valdemiro? O saldo foi negativo. Porque teve até gente que saiu curada'”, diz o pastor, que se autointitula apóstolo.

Camisa ensaguentada do é usada para 'curar' fiéis

Depois de ser atacado e esfaqueado no pescoço por um homem durante um culto no bairro do Brás, em São Paulo, o pastor Valdemiro Santiago afirmou que a camisa que usava no momento do ataque, que ficou ensanguentada, está sendo usada para curar fiéis. Ao lado de sua esposa, a bispa Francileia Santiago, ele relembrou o momento em seu canal de TV. “Imagina um facão com toda a força batendo sobre a sua jugular”, disse. 

“Passaram até a camisa ensanguentada no manto. Quando ela [a fiel] tocou no manto, ela aplumou. Foi curada. O demônio fez o serviço dele, mas acabou dando o contrário. No acerto de contas com o diabo, foi assim: ‘E aí, como é que foi com o Valdemiro? O saldo foi negativo. Porque teve até gente que saiu curada'”, diz o pastor, que se autointitula apóstolo.
“A unção está na nossa roupa, no nosso copo, no nosso relógio, na nossa aliança, no nosso chapéu, no nosso sangue”, explica Santiago, fazendo o adendo de que o poder vem de Deus e não dele.

O homem que esfaqueou o fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, Jonathan Gomes Higino, de 20 anos, disse que planejou o crime há cerca de cinco meses. A pregação era transmitida ao vivo para todo o país e as câmeras chegaram a mostrar o sacerdote passando pelo palco ferido.

Leia mais no Polêmica PB.

    Compartilhe: