Pai é preso suspeito de estuprar filho de três anos em JP; mãe seria conivente

Pai é preso suspeito de estuprar filho de três anos em JP; mãe seria conivente

m homem de 33 anos foi preso, na tarde desta quarta-feira (11), suspeito de estuprar o filho, de três anos. Os abusos estariam ocorrendo dentro de casa, no bairro do Rangel, na Zona Oeste de João Pessoa. Segundo a polícia, a mãe seria conivente com o crime.


De acordo com o sargento Allan, do Batalhão de Choque da Polícia Militar, um parente da criança denunciou os abusos à polícia, que acionou o Conselho Tutelar e se dirigiu até o local apontado como residência da criança.



“Fomos à casa, acompanhados de membros do Conselho Tutelar e de uma psicóloga. Dentro da casa estavam a criança, a avó dela e a mãe do menor. Em conversa com a psicóloga, a criança confirmou os abusos e contou com detalhes como eles ocorriam”, afirmou o sargento.



Ainda segundo o sargento, a mãe da criança negou os abusos e, ao ser questionada sobre a localização do suspeito, afirmou que o marido estava viajando.



“A pessoa que denunciou o crime nos contou o local de trabalho do suspeito. Mesmo com a mãe da criança afirmando que o marido estava viajando, acionamos outra viatura que foi ao local de trabalho e encontrou o suspeito, que foi preso”, disse o sargento.



O suspeito, a mãe e a criança foram encaminhados até a Delegacia do Menor, onde foram ouvidos. Para o sargento, a mãe da criança era conivente com os abusos e tentou enganar a polícia.



“O que eu e o sargento Vandregi, que participou da operação, percebemos é que a mãe negou os estupros mesmo com a criança afirmando. A mãe também tentou nos enganar dizendo que o esposo, suspeito de cometer o crime, estava viajando. Todos foram encaminhados à delegacia, que vai investigar o caso e decidir se a mãe da criança será indiciada”, concluiu o sargento.


Portal correio

    Compartilhe: