Bolsonaro cogita proposta de Haddad e cobrar R$ 40 pelo gás a famílias carentes

Bolsonaro cogita proposta de Haddad e cobrar R$ 40 pelo gás a famílias carentes

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) está avaliando a possibilidade de adotar uma das propostas de seu concorrente no 2º turno, Fernando Haddad (PT): fixar o preço do botijão de gás em 40 reais (a proposta do petista era R$ 49).


Na proposta em análise, esse preço de R$ 40 valeria para as 8,7 milhões de famílias de baixa renda, que já são contempladas com a tarifa social de energia elétrica.


Paraibaonline

    Compartilhe: